Graduados manifestam-se para exigir empregos

 

 Os graduados do Programa de Formação do OCP manifestam-ser pacificamente para exigir a sua integração como mão de obra na indústria de fosfato no Sahara Ocidental. O que lhes foi prometido pelo governador marroquino da região de Al-Jalil Dkhileste em junho de 2011.

Supunha-se que 1.300 jovens se formariam durante dois anos, apoiado por uma bolsa de estudos a qual receberiam mensalmente, com a finanilade de serem contratados pela indústria de fosfato após concluirem os seus estudos. Este acordo foi reiterado pelo ex-presidente de assuntos sociais na região.

A promessa de emprego não foi cumprida após a conclusão do período de formação e os graduados estão actualmente a organizar protestos pacíficos. Ao mesmo tempo, as forças de segurança marroquinas começaram a usar violência numa escala sem precedentes para  suprimir os protestos. De acordo com as informações de uma organização de desempregados, representando o grupo profissional do PCO, 17 pessoas ficaram feridas em confrontos com a polícia em 28 de março, incluindo os cidadãos que não participavam nas manifestações e estavam no rua ou em cafés no momento dos protestos.

Este uso excessivo da força contra manifestantes pacíficos no Sahara Ocidental ocupado provocou uma onda de protestos de várias organizações e organizações de desempregados de direitos humanos.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s